VENCEDORES DO MÊS DE OUTUBRO DE 2017

Didi
Pug Charlotte
Dara - PetRun Floripa SC 3º lugar

Dicas e Curiosidades sobre cachorros - Filmes, Livros, Noticias, Reflexoes e Saúde

Existem 270 itens cadastrados.

Uma das raças mais em alta no momento é o Pug. São cachorros extremamente amorosos e expressivos, mas muita gente não sabe como cuidar de um pug. Os pugs precisam de cuidados e muita atenção, por ser uma raça frágil e vunerável, principalmente em relação aos seus olhos. Eles costumam ter alguns problemas de saúde e infecções, por seu focinho achatado. Se você está planejando ter um pug, ou já tem um, é bom saber como cuidar dele da melhor maneira possível.   Rugas Facial As rugas do pug acumulam bastante sujeira, por isso precisam ser limpas a cada três dias. No entanto, essa parte da pele é muito sensível e vai exigir uma quantidade imensa de cuidado durante a limpeza. A parte interna de cada dobrinha não pode ficar úmida, para que não haja risco de proliferação de fungos. Você pode limpar a área com algum produto específico ou umedecer um algodão com soro fisiológico. O importante é limpar bem, com calma e não deixar a parte interna das rugas úmida.    Cantos dos olhos Assim como com as rugas, você deve ser extremamente cuidadoso ao limpar os cantos dos olhos de um Pug. Eles têm olhos sensíveis que precisam de atenção especial. Você pode limpar a área com soro fisiológico ou com água morna, repetindo isso a cada duas vezes na semana.  Caso perceba muita secreção, ou algum machucado ao redor dos olhos, leve-o imediatamente ao veterinário. Infecções mais graves podem levar seu cachorro à perda da visão.   Limpeza da orelha Limpe os ouvidos do seu Pug apenas quando eles estão sujos e precisam de limpeza, ou faça uma limpeza uma vez por mês. Pugs tem uma abertura pequena de ouvido, e por isso você  precisa limpar muito bem a área ao redor da abertura. Se houver sujeira dentro da orelha, prefira marcar uma consulta com o veterinário.   Dentes  Você precisa escovar os dentes do seu cão toda semana. Tente fazer com que o cão goste do sabor da pasta de dente. Assim será mais fácil de escovar no tempo recomendado. Se você começar quando ele for um filhote, com o tempo irá se acostumar.   Beleza Escove seu Pug pelo menos uma vez por semana, para que o pelo velho saia e o pelo novo possa tomar seu lugar. Assim a pelagem ficará sempre bonita.   Limites Pugs são cães muito envolventes e dóceis. No entanto, é importante que ele saiba a hora de brincar e a hora de ficar quieto. Para isso, é necessário que você fale firme com ele. Aos poucos ele dará sinal de que está entendendo que há hora certa para tudo.   Banho No começo é sempre complicado dar banho em cachorros. Com o Pug não é diferente. Quando for dar banho nele, converse num tom calmo, para que ele entenda que o banho não é algo ruim. Dar petiscos também é interessante, para que ele associe o banho a algo gostoso.

LEIA MAIS >

A boa alimentação do seu cão é tão importante quanto a sua. A escolha da melhor alimentação para o cachorro pode ser uma tarefa árdua. Em razão da grande variedade de rações que são comercializados no mercado atualmente, é difícil saber qual comprar. Por isso, acabamos escolhendo pelo menor preço, mas nem sempre essa é boa decisão. Assim como nós, nossos pequenos precisam de uma alimentação balanceada e pensada para ele.  Por exemplo, o cão filhote precisa de uma alimentação correta para chegar bem à fase adulta. Devido ao seu crescimento rápido em um período curto de tempo, ele precisa de nutrientes que ajudem seu desenvolvimento. Essa alimentação adequada deve acompanhar todas suas etapas. Nas primeiras semanas de vida, nada é melhor do que o leite materno. Ele possui todos os nutrientes, vitaminas e hormônios essenciais para esse momento. Aliás, nenhum outro tipo de leite, que não seja o materno, deve ser dado ao filhote. O estômago do cão dificilmente tolera outro tipo de leite que não seja canino. Quando o seu cão tiver um ou dois meses, você pode começar a introduzir a ração. Você pode optar pelas rações úmidas, já que o cão ainda não possui os dentes formados, ou pode umedecer a ração seca com um pouco de água. Com o crescimento dos dentes, estimule seu cão a comer a ração mais seca para que ele aprenda a mastigar e não engula grandes porções inteiras, prejudicando a digestão. Raça, tamanho, peso, idade, necessidades especiais, tudo deve ser levado em consideração antes de escolher o alimento correto para o seu animal. Os nutrientes que o animal necessita e a quantidade mudam de acordo com a sua idade. Bem como obesidade, alergias e outros problemas de saúde podem criar a necessidade de uma ração com ingredientes especiais. Consulte o veterinário.

LEIA MAIS >

    Você sabe o poder de uma campanha? Conheça uma que está mudando a vida de muitos animais. Uma campanha publicitária indiana está conquistando o coração das pessoas. A agência McCan criou lindas peças publicitárias sobre a concretização para a adoção de animais no país. Baseada no princípio da Gestalt, a campanha "There's always a room for more. Adopt." está mudando a cabeça das pessoas e a realidade dos animais. Em tradução livre ela diz: "Sempre existe espaço para mais um. Adote.". Segundo o site Tailandês, BrandAge, o número de adoções de animais em abrigo, cresceu em mais de 150%, somente em Mumbai. Lembrando que por trás da adoção existe uma série de comprometimentos e afazeres que prezam o bem-estar seu e do pet adotado. Por isso, é algo que deve ser muito bem pensado e estudado antes, para que não comprometa na felicidade de ambos. Mas nós realmente esperamos que essa conscientização chegue até nossas terrinhas brasileiras. E que possamos fazer um pequeno feliz e deixar que ele também nos faça feliz. Por isso, devemos lembrar sempre: "Sempre existe espaço para mais um. Adote.".

LEIA MAIS >

Separamos algumas dicas para você cuidar do seu cãozinho neste outono. O outono chegou e com ele chegaram também as chuvas repentinas, as mudanças drásticas de temperatura e as árvores sem folhas. Essa estação costuma trazer consigo o frio e suas doenças típicas. Segundo estatísticas, o atendimento de animais em clínicas e hospitais aumenta em 30% nessa época do ano. Por isso, todo cuidado é pouco. Fique atento a essas dicas! 1. Doenças Respiratórias A maioria das doenças que acomentem nossos pequenos nesta época do ano, são de origem respiratória. Causadas por vírus ou bactérias, elas são como a nossa gripe e podem fazer nossos pequenos tossir, espirrar e até mesmo ficarem febris. Por isso, nada de vento, chuva ou umidade para eles, principalmente na hora de dormir. 2. Problemas Oftalmológicos O vento seco, uma das principais características do outono, tende a reduzir a umidade de nossos olhos. O mesmo acontece com os nossos pets. Procure dar uma atenção maior para esta região nesta época do ano. É sempre bom manter o olho deles limpo para evitar que a poluição ou que algum vírus tome conta dele. 3. Carrapatos Muita gente pode não saber, mas os carrapatos são bichos traiçoeiros. Eles trazem muita doença para nossos cães e podem até mesmo os levar ao óbito. O importante é deixar seu cão longe de pastagens e campos. E claro, fique sempre de olho nele e no seu pêlo. Caso encontre algum carrapato, lembre-se sempre de retira-lo com uma pinça. É importante que sua cabeça saia junto com o corpo, caso contrário ele pode se alojar no cão. 4. Doenças Crônicas Articulares A umidade e o frio desta estação podem provocar sintomas de doenças como a osteoartrose, uma doença crônica articular. Assim como problemas na coluna. Por isso, é importante estar sempre atento ao seu cão. Caso note algo de diferente nele, leve-o imediatamente ao veterinário. 5. Vacinação O outono é uma das estações que mais exige cuidado. Por isso, é fundamental ter todas as vacinas de nossos cães em dia, já que seu sistema imunológico fica fragilizado. A dica é alimentação saudável, hidratação frequente, higiene, proteção contra o frio e, claro, muito amor. A saúde deles, com certeza, vai agradecer.

LEIA MAIS >

Separamos algumas dicas para você cuidar do seu cãozinho neste outono. O outono chegou e com ele chegaram também as chuvas repentinas, as mudanças drásticas de temperatura e as árvores sem folhas. Essa estação costuma trazer consigo o frio e suas doenças típicas. Segundo estatísticas, o atendimento de animais em clínicas e hospitais aumenta em 30% nessa época do ano. Por isso, todo cuidado é pouco. Fique atento a essas dicas! 1. Doenças Respiratórias  A maioria das doenças que acomentem nossos pequenos nesta época do ano, são de origem respiratória. Causadas por vírus ou bactérias, elas são como a nossa gripe e podem fazer nossos pequenos tossir, espirrar e até mesmo ficarem febris. Por isso, nada de vento, chuva ou umidade para eles, principalmente na hora de dormir. 2. Problemas Oftalmológicos  O vento seco, uma das principais características do outono, tende a reduzir a umidade de nossos olhos. O mesmo acontece com os nossos pets. Procure dar uma atenção maior para esta região nesta época do ano. É sempre bom manter o olho deles limpo para evitar que a poluição ou que algum vírus tome conta dele. 3. Carrapatos Muita gente pode não saber, mas os carrapatos são bichos traiçoeiros. Eles trazem muita doença para nossos cães e podem até mesmo os levar ao óbito. O importante é deixar seu cão longe de pastagens e campos. E claro, fique sempre de olho nele e no seu pêlo.  Caso encontre algum carrapato, lembre-se sempre de retira-lo com uma pinça. É importante que sua cabeça saia junto com o corpo, caso contrário ele pode se alojar no cão. 4. Doenças Crônicas Articulares A umidade e o frio desta estação podem provocar sintomas de doenças como a osteoartrose, uma doença crônica articular. Assim como problemas na coluna. Por isso, é importante estar sempre atento ao seu cão. Caso note algo de diferente nele, leve-o imediatamente ao veterinário. 5. Vacinação O outono é uma das estações que mais exige cuidado. Por isso, é fundamental ter todas as vacinas de nossos cães em dia, já que seu sistema imunológico fica fragilizado.   A dica é alimentação saudável, hidratação frequente, higiene, proteção contra o frio e, claro, muito amor. A saúde deles, com certeza, vai agradecer.

LEIA MAIS >

Qual o significado de Sonhar com cachorro? Bom, vamos lá... Ver cães em sonho é, normalmente um bom presságio, pois simboliza amizade. Quando sonhamos com nosso próprio cão é sinal de que será amparado por um amigo verdadeiro, se o cão pertencia a outra pessoa, é certo que será solicitado a prestar auxílio a pessoa de suas relações. Se o cão do sonho era de grande porte, espere sucesso social; Se era de pequeno porte, certamente terá que lutar para alcançar seu maior objetivo, o que conseguirá realizar logo. Encontrar um cachorro da polícia em seu sonho é aviso para que não se envolva em questões alheias, evitando desentendimentos desnecessários; Se viu um cão de caça, aguarde novidades em família! Não se preocupe, conseguirá resolver questões pendentes, caso tenha visto, em sonho, um cão com aparência incomum. Ver um cão de guarda ou um cão guia é certeza de que surgirão oportunidades no setor profissional. Se o cão mostrou-se amigável, grandes e novas amizades o ajudarão a encontrar a solução para um problema no campo afetivo; contudo, se o cão mostrou-se ameaçador, não se preocupe dias melhores virão. Quando, em sonho, cães aparecem brigando, é conselho para que adie as discussões de negócios por alguns dias. Ver um cão atacando alguém ou destruindo objetos é sinal de que você precisa dar mais atenção às pessoas a sua volta; mas, ver um cão ser atacado por outro animal ou pelo homem é aviso para que cuide da saúde, enfermidade leve.

LEIA MAIS >

Princesa é um dos pets de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, apareceu pela primeira vez no Twitter e não saiu mais dos holofotes. A cadelinha é companhia do casal de atores por restaurantes e até eventos. Princesa já é celebridade e, por onde quer que leve suas patinhas, é clicada pelos fotógrafos. Por: Gabriella Dias Fonte: http://entretenimento.br.msn.com

LEIA MAIS >

Alguém duvida que Manu é a rainha da Zona Sul do Rio de Janeiro? A cadela pertence a Fiorella Mattheis, que sempre circula com a cadelinha por todos os lugares. Manu é tão famosa, que até já apareceu em um quadro do ''Domingão do Faustão'' - assim como Pluft, de Ellen Jabour. Por: Gabriella Dias Fonte: http://entretenimento.br.msn.com

LEIA MAIS >

Vida, da nossa top model Gisele Bündchen, é quase tão famosa quanto sua dona e está sempre nos lugares mais fashions do mundo. Gisele é tão louca pela bichinha que, em 2004, quando a mascote sumiu, a modelo ofereceu US$ 5 mil para quem encontrasse Vida, que desapareceu da casa de Leonardo DiCaprio em Los Angeles, Estados Unidos. Gisele chegou a espalhar cartazes pela vizinhança e uma semana depois a pequena Vida foi encontrada. Por: Gabriella Dias Fonte: http://entretenimento.br.msn.com

LEIA MAIS >

Britney Spears passou quase despercebida durante um evento da Billborad. Quem chamou mesmo a atenção foi o pequenino Bit Bit. Por: Gabriella Dias Fonte: http://entretenimento.br.msn.com

LEIA MAIS >

O chihuaua Tinkerbell fez sucesso ao aparecer durante o reality show ''The Simple Life'', ao lado de Paris Hilton e Nicole Richie. A socialite tem 13 cãezinhos que vivem no maior luxo. Eles moram em uma réplica da mansão da loira, com direito a decoração canina e brinquedos chiques. Paris Hilton é tão louca por cachorros que lançou uma linha de roupas para eles. Por: Gabriella Dias Fonte: http://entretenimento.br.msn.com

LEIA MAIS >

O yorkshire Dudu é o xodó de Xuxa. Ele passeia em shoppings, viaja de avião e até ganha beijos carinhosos da apresentadora. Fofo, não é mesmo? Por: Gabriella Dias Fonte: http://entretenimento.br.msn.com

LEIA MAIS >

Publicidade

Gerao Pet

Cadastre-se e receba ofertas exclusivas!